Educação

As instituições educacionais são ambientes vulneráveis devido à grande quantidade de pessoas conectadas à rede local com grande tráfego de dados pessoais e sensíveis.

Os casos de ransomware em instituições educacionais, sejam escolas de ensino fundamental e médio ou faculdades e universidades, aumentaram. Ataques em que serviços acadêmicos e administrativos são bloqueados e os criminosos digitais exigem resgate na casa dos milhões.

Além disso, há casos de vazamentos de informações e e-mails hackeados por métodos sofisticados de invasores, interessados em roubar a propriedade intelectual do que é produzido no meio educacional, informações de pesquisa e dados confidenciais do setor financeiro, e de alunos e professores.

Nós monitoramos os sistemas de processamento de dados, e asseguramos que informações sensíveis fiquem longe de riscos de violação. As soluções da ISH garantem a integridade, a disponibilidade e a confidencialidade dos dados. Além disso, nossa tecnologia impede vazamentos de informações e constrói um ecossistema de segurança adaptável e simples. As ferramentas são descomplicadas, facilitando a utilização por parte da equipe de profissionais da escola ou universidade.

Case do setor

Serviços indicados

Monitoramento, detecção e resposta a ameaças cibernéticas

Cibersegurança

Por meio do nosso Centro de Operações de Segurança Cibernética (SOC), monitoramos, sem pausas, o ambiente da empresa para detectar mudanças de padrões de qualquer espécie, em usuários, em aplicações, em serviços e em infraestruturas. Em caso de incidente de segurança, colocamos em prática o plano de resposta. Tomamos ações para remediar e conter o incidente.

Armazenamento seguro

Infraestrutura

Armazenamento de dados de última geração, aliando performance, disponibilidade e segurança em equipamentos de alta densidade e máxima eficiência energética.

Conscientização de segurança da informação

Cibersegurança

As políticas de segurança cibernética só geram resultados quando são seguidas. Por isso, fazemos o trabalho de conscientização. Isso quer dizer identificar usuários na organização que poderiam ser alvo de ataques e implementar um programa de capacitação interna, voltado a eles, sobre boas práticas de segurança da informação no ambiente corporativo.