Promoções relâmpago: Como evitar golpes cibernéticos no Dia das Mães?

Os cibercriminosos adoram uma boa festa. Do Dia das Mães ao Natal, sempre que surge uma data comemorativa, eles estão na espreita. Por isso, todo cuidado é pouco para evitar golpes cibernéticos.

Com o grande aumento no volume de compras pela internet, os criminosos sabem que esse é um bom momento para atacar. Mas algumas boas práticas podem garantir que você tenha mais segurança ao presentear sua mãe.

Neste artigo, vamos conferir algumas dicas de como evitar golpes cibernéticos no Dia das Mães. Confira!

Por que os golpes cibernéticos funcionam?

Navegar online por meio de smartphones e tablets pode ajudar os consumidores a ficarem por dentro das ofertas de varejo, sem precisar encarar longas filas nas lojas físicas. No entanto, os cibercriminosos sabem que os consumidores são mais propensos a visitar esses sites de varejo em datas comemorativas, como o Dia das Mães. E, quando se trata de compras online, os golpes estão em evolução constante.

Existem inúmeras razões pelas quais os golpes cibernéticos funcionam tão bem, começando com a capacidade dos golpistas de fazer truques mentais nas vítimas. Além disso, existem diversas maneiras de morder a isca: acessando Wi-Fi público, entrando em um site falso ou clicando em um link com e-mail prometendo ofertas exclusivas para o Dia das Mães. É impossível enumerar todos os casos. Os golpistas podem usar, também, ofertas tentadoras, como brindes de cortesia, para atrair usuários.

É importante destacar que os cibercriminosos não estão em busca apenas dos dados do cartão de crédito ou informações financeiras. Muitos, agem para obter acesso às suas contas de e-mail, WhatsApp ou redes sociais – e, a partir delas, praticar golpes na sua rede de amigos.

A importância de desconfiar do que é “bom demais para ser verdade”

Sem dúvidas, o uso de artifícios para enganar as pessoas e ter acesso aos seus dados – prática conhecida como phishing – é uma grande ameaça para os usuários que navegam em busca de bons presentes para o Dia das Mães.

Segundo um relatório publicado pela Kaspersky, um em cada cinco brasileiros sofreu pelo menos uma tentativa de ataque de phishing em 2020. A estatística coloca o Brasil como líder mundial em golpes dessa categoria.

Com a evolução da internet e dos meios de comunicação, são inúmeras as formas que podem ser exploradas pelos golpistas para colocar isso em prática: anúncios falsos, envio de e-mails com links fraudulentos, perfis falsos nas redes sociais, entre outros.

Se o pior acontecer, você acabará com malware chegando ao seu dispositivo, o que pode causar todos os tipos de estragos – desde roubar seus dados confidenciais até bloquear seu dispositivo. Os golpistas tendem a ser descuidados e estão procurando por um grande volume de vítimas, então, sempre mantenha os olhos abertos para qualquer coisa suspeita, como preços que não fazem sentido (você, provavelmente, não está comprando uma TV de última geração por R$ 500), erros gramaticais ou pesquisas suspeitas.

10 dicas para evitar golpes cibernéticos no Dia das Mães

Apenas ficar atento e desconfiar de ofertas irreais já é um ótimo exercício para evitar golpes cibernéticos no Dia das Mães. E aqui estão mais algumas dicas que vão ajudá-lo a ficar protegido:

1. Sempre confira se a oferta realmente existe no site e/ou redes sociais da empresa;

Se você se deparar com alguma oferta extremamente tentadora, uma forma de evitar cair em golpes é checar outros canais de comunicação da marca, como as redes sociais, para checar se a promoção ofertada está realmente sendo anunciada.

2. Dê preferência para comprar em sites confiáveis e com reputação no mercado;

Segundo pesquisa do PayPal e BigDataCorp, em 2021, o comércio online registrou mais de 1,59 milhão de lojas virtuais. Esse cenário revela que a tendência da compra online é cada vez mais forte, e o consumidor, mais do que nunca, tem um leque de opções infinito a partir do seu computador ou celular. Mas essa quantidade de oferta também requer atenção para não cair em golpes. Além de optar por sites e e-commerces já conhecidos no mercado, algumas alternativas para checar se a página é confiável é checar a reputação da loja em sites, como o Reclame Aqui e usar o Google Face Browsing, por exemplo.

3. Desconfie de ofertas tentadoras e que parecem irreais;

Existem promoções, e existem ofertas irreais. Por isso, para se proteger de golpes, o bom senso também é essencial – principalmente se você quer presentear sua mãe com um bem de alto valor agregado. Se você quer comprar uma televisão, por exemplo, deve pesquisar a média de preço do mercado. Qualquer oferta muito diferente do valor médio deve gerar desconfiança. Lembre-se: promoção boa é aquela que faz sentido dentro da realidade do mercado.

4. Não clique em links de e-mails suspeitos – mesmo que venham de um remetente confiável;

Sempre cheque o endereço do remetente antes de qualquer clique. E-mails falsos normalmente têm domínios diferentes dos e-commerces verdadeiros, e podem apresentar, também, erros de português. Fique atento!

5. Fique de olho em sites falsos que se passam por uma outra empresa;

A quantidade de sites falsos que imitam os verdadeiros, principalmente os das grandes marcas, é grande. Por isso, uma boa forma de evitar cair em golpes é ficar atento a alguns sinais, como, por exemplo, algum caractere diferente na URL do website e erros de português.

6. Cheque as redes sociais da empresa;

A lógica é simples: se a loja está fazendo uma superpromoção, ela quer que a maior quantidade possível de pessoas saiba disso, certo? Consequentemente, as redes sociais seriam usadas para dar mais visibilidade à oferta. Se as redes sociais não mencionarem nenhuma ação nesse sentido, desconfie!

7. Mantenha o seu antivírus atualizado;

As táticas dos cibercriminosos são aprimoradas diariamente, assim como os antivírus. Por isso, mantenha o seu ativado e atualizado para garantir mais segurança durante a sua navegação. Você pode selecionar a opção de atualização automática, ou, então, realizá-la pelo menos a cada uma semana.

8. Não cadastre seus dados em sites que não conhece e confia;

O roubo de dados é um dos objetivos de cibercriminosos em datas comemorativas, como o Dia das Mães. Por isso, os seus dados pessoais devem ser protegidos, e só serem fornecidos quando você realmente conhece e confia no site em questão.

9. Verifique o endereço URL com atenção para quaisquer erros de digitação ou imprecisões;

Os sites falsos apresentam alguns vestígios que podem ser observados por quem tem o cuidado de analisar os sinais que indicam um golpe. Endereço de URL similar ao e-commerce original, mas com mudanças sutis no nome da loja são um exemplo. Se você notar alguma imprecisão, saia do site e entre no e-commerce verdadeiro.

10. Ao fazer compras em um local público, use sua conexão 3G/4G em vez de Wi-Fi público.

Redes públicas de internet são mais suscetíveis a ataques de cibercriminosos. Os criminosos interceptam seu acesso e, com isso, têm acesso a dados sigilosos. Por isso, sempre que estiver em local público e precisar movimentar seu internet banking ou fazer compras, dê preferência à sua conexão 3G/4G.

Você gostou das dicas para evitar golpes cibernéticos no Dia das Mães? Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.